A Polícia de Chicago considera, a partir dessa terça-feira (20), Jussie Smollett como suspeito de orquestrar e mentir sobre um suposto ataque racista e homofóbico.

Empire | Apesar de rumores, Fox garante que Jussie Smollett não será cortado da série

Caso seja processado, Smollett pode responder por falsa comunicação de crime.


Jussie Smollett é considerado oficialmente suspeito em uma investigação criminal da polícia de Chicago, por falsificar um relatório policial”, afirmou Anthony Guglielmi, o porta-voz da polícia.

O caso teria ocorrido no último dia 28 de janeiro. Jussie Smollett estava deixando um restaurante quando dois suspeitos se aproximaram e começaram a gritar palavras de baixo calão, de cunho racista e homofóbico. Depois, eles agrediram o ator com socos.

De acordo com o ator da série Empire, em certo ponto, os autores do crime chegaram a enrolar uma corda em seu pescoço e jogar alvejante sobre suas roupas.

Os agressores usavam máscaras de esqui durante o crime, e foram identificados como dois irmãos nigerianos, extras no set de Empire. Além disso, os policiais revelaram que Jussie Smollett havia recebido uma carta com ameaças oito dias antes do crime. No canto do envelope aparece a sigla MAGA (Make America Great Again, o slogan de Donald Trump).

Jussie Smollett assumiu sua sexualidade publicamente em 2015, em uma entrevista com Ellen DeGeneres. A polícia está investigando o caso como orquestrado pelo ator.