As atrizes Felicity Huffman (American Crime) e Lori Loughlin (Três é Demais) estão entre as 50 pessoas que foram presas em um esquema fraudulento de compra de vagas em faculdades nos Estados Unidos, de acordo com a ABC.

Documentos descobertos pela mídia mostram que os suspeitos foram presos sob acusações de terem pago subornos de até US$ 6 milhões para colocar seus filhos em algumas das melhores universidades dos Estados Unidos, como Yale, Stanford e outras.

Jussie Smollett pede desculpas ao elenco de Empire após ser preso por forjar ataque racista


Dentro do esquema, os filhos dos investigados foram inscritos nas universidades como atletas recrutados, muito embora não tivessem capacidades atléticas de fato.

Dezenas de treinadores da divisão de futebol americano universitário também estão sendo investigados por sua participação no esquema.

As duas filhas de Lori Loughlin, por exemplo, foram aprovadas na USC como parte da equipe de futebol americano da universidade, mas sequer fazem parte do grupo. A atriz teria pago US$ 500 mil à faculdade pela admissão das garotas.

Mais detalhes sobre a investigação devem ser divulgados em breve.