Mais documentos sobre o caso envolvendo uma briga entre Johnny Depp e Amber Heard foram vazados. Novamente, o ator diz ser a vítima do relacionamento que os dois tiveram. Recentemente, o famoso processou a ex-esposa em US$ 50 milhões por difamação.

Os documentos foram publicados pela revista Hollywood Life. Neles, Johnny Depp relata uma briga em que Amber Heard teve a mão severamente machucada.

“Em um episódio particularmente horrível que ocorreu apenas um mês após o casamento, a sra. Heard estilhaçou os ossos da ponta do dedo médio do sr. Depp, quase cortando-o fora. A sra. Heard jogou uma garrafa de vodca em direção do sr. Depp – um dos vários projéteis que ela atirou nele nesta e em outras ocasiões”, afirma o documento.


Processo de Johnny Depp contra ex-advogados é adiado para ator prestar esclarecimentos

Esse é um dos momentos em que a atriz alega ter sido agredida pelo famoso, tendo a sua mão cortada. Conforme os documentos, os cortes teriam surgido após a garrafa ter sido arremessada.

Ao mesmo tempo, Johnny Depp agora afirma que passou por uma operação no dedo por conta do primeiro ferimento citado acima. Publicamente, os famosos não se pronunciam.

O ex-casal se divorciou em 2016, após dois anos de casamento, mas a polêmica continua. Em janeiro desse ano, Johnny Depp apresentou documentos na justiça para se defender das acusações de agressão contra Amber Heard. Enquanto isso, a atriz segue com as suas provas.