Um dos processos em que Johnny Depp está envolvido foi adiado por meses. O ator conhecerá o desfecho do caso contra os seus ex-advogados apenas em 16 de setembro. Até então, o julgamento estava marcado para 6 de maio.

De acordo com o portal The Blast, um juiz de Los Angeles adiou o julgamento para que as partes possam prestar esclarecimentos. O ator e a firma Bloom Hergott Diemer Rosenthal LaViolette Feldman Schenkman & Goodman brigavam pela entrega de depoimentos e documentos.

Os advogados também acusam Johnny Depp de não ter entregue todas informações necessárias para o processo.


Johnny Depp processa Amber Heard em U$50 milhões por difamação

“Este caso exige que as partes esclareçam os assuntos intrincados de Depp, suas várias entidades e seus advogados, voltando vários anos atrás”, diz documento obtido pelo site.

O processo de Johnny Depp contra os ex-advogados data de 2017. O ator acusa os profissionais de conspirarem com um dos seus ex-agentes, visando roubar o seu dinheiro. O astro quer US$ 30 milhões na ação judicial.