Johnny Depp continua a tentar provar sua suposta inocência. O ator alega que Amber Heard o acusou, tendo fabricado os hematomas com maquiagem.

“As falsas acusações de violência doméstica da srta. Heard são categoricamente e comrpovadamente falsas”.

“Neguei as acusações da srta. Heard de forma veemente desde maio de 2016”, disse Depp em documentos obtidos pelo The Blast. “Quando ela entrou no tribunal para obter uma ordem de restrição temporária, com hematomas pintados, que testemunhas e vídeo de vigilância mostraram que ela não possuía nos dias da semana anterior. Vou continuar a negar as acusações pelo resto da minha vida. Eu nunca abusei da srta Heard, ou de qualquer outra mulher”.


Depp ainda disse que decidiu abrir o processo de difamação contra a atriz e ex-esposa “não apenas para livrar meu nome, restaurar minha reputação, como para tentar trazer a verdade para as mulheres e homens cujas vidas foram prejudicadas pelo abuso e que ouviram repetidas mentiras da srta. Heard, tentando ser porta-voz deles”.

A luta judicial de Amber Heard e Johnny Depp continua. Os dois foram casados entre 2015 e 2017.