Desde 1994, em junho celebra-se no mundo inteiro o Mês do Orgulho LGBT, que tem o intuito de promover a igualdade, o respeito e a aceitação para a comunidade LGBTQ+.

Apesar disso, três homens em Boston, nos EUA, tiveram a ideia de promover a “Parada do Orgulho Hétero”, um evento que serviria como uma resposta à Parada do Orgulho LGBT.

Uma das imagens usadas pelo evento é a do ator Brad Pitt, que não ficou nada feliz. Em notícia do The Hollywood Reporter, o astro ordena que o evento pare de usar sua imagem para promoção.


Neste ano, Brad Pitt estará na ficção científica Ad Astra e no novo filme de Quentin Tarantino, Era Uma Vez em Hollywood.