Falecido em 2009, Michael Jackson foi secretamente cremado, segundo fontes do Radar Online, e seus filhos ganharam pingentes em formatos de coração com as cinzas do pai.

Com isso, investigações acerca das alegações de abuso sexual contra o cantor se tornam consideravelmente mais difíceis.

“Há pelo menos mais 11 vítimas de Michael Jackson que esperavam que suas histórias fossem provadas ao desenterrar seu corpo e examinar seus restos mortais e tirar amostras de DNA”, disse uma fonte próxima à família Jackson.


“Infelizmente, eles nunca terão a chance de trazer esta prova à luz, já que o túmulo de Jackson tem estado vazio há anos”, continuou a fonte. “É uma pena, pois seus acusadores agora só têm suas histórias como prova e eles sabem que muitos fãs de Jackson nunca vão acreditar neles”.

Ainda segundo o Radar Online, os acusadores estariam montando uma campanha a fim de que o cadáver de Jackson fosse retirado do túmulo e examinado para conseguir provas dos abusos.

“As cinzas estão agora em colares como o que Paris usou para o memorial de Michael”, disse uma fonte. “Ela e seus irmãos raramente usam os colares em público. Eles os mantêm em caixas trancadas em casa, porque têm medo de perder os últimos restos mortais de seu pai”.