Tim Allen revelou que ser engraçado o salvou antes da fama. A situação não era em nenhum clube de comédia, mas sim na prisão.

O dublador de Buzz Lightyear na franquia Toy Story contou ao The Mirror que já foi detido por tráfico de cocaína. Aos 25 anos, recebeu uma pena de dois anos de prisão e foi transferido para uma cadeia em Minnesota, nos Estados Unidos.

“Eles podiam me surrar a hora que quisessem. Mas, você não ri muito na prisão. Isso provou ser um valor para mim”, declarou o astro.


Fã de desenhos animados, o ator contou que a sua imitação de Hortelino, dos Looney Tunes, fez com que um colega agressivo nunca o agredisse.

“Ele nunca fazia porque sabia que se eu começasse a falar como Hortelino, ele ia se perder”, relembrou Tim Allen.

O ator, que está novamente em Toy Story 4, passou a valorizar a liberdade depois dessa passagem em sua vida. Tim Allen tirou lições preciosas daquele momento.

“Prisão tira a sua liberdade de uma maneira que você só imagina quando está lá. Alguém que diz que a prisão é tranquila ou que pode lidar com ela, me explique, porque se você abrir a porta todos vão sair. Uma vez que você perde a liberdade, você nunca mais quer perdê-la de novo”, destacou o ator.

Porém, o artista admitiu que os dois anos foram um tempo livre para aprimorar o seu trabalho na comédia.

“Eu tive esses anos para trabalhar sem responsabilidades no meu material. Não há nada como olhar para o lado cheio do copo. Ser engraçado salvou a minha vida por dentro e logo eu fui descoberto, por fora”, definiu o astro.

Toy Story 4 segue em cartaz nos cinemas.