Nesta sexta-feira (13), a atriz Felicity Huffman enfim foi sentenciada à prisão após o escândalo de fraude em matrículas de faculdades americanas.

A atriz de Desperate Housewives foi sentenciada a 14 dias de prisão, além de uma multa de US$30.000.

“Eu estou profundamente envergonhada do que eu fiz. No fim, eu tinha que fazer uma escolha. Eu poderia ter dito não”, disse Huffman à CNN.


A decisão da atriz em assumir a culpa pelo crime foi essencial na definição da pena, com Huffman ainda alegando que sua filha “tinha dificuldade de aprendizado”.

Lori Loughlin é outra atriz que também está envolvida no esquema. Até o momento, a justiça norte-americana afirma que não há provas de que os filhos também estão envolvidos no crime.

O caso passa por documentos descobertos pela mídia, que mostram que as suspeitas foram presas sob acusações de terem pago subornos de até US$ 6 milhões para colocar seus filhos em algumas das melhores universidades dos Estados Unidos, como Yale, Stanford e outras.

Dentro do esquema, os filhos das investigadas foram inscritos nas universidades como atletas recrutados, muito embora não tivessem capacidades atléticas de fato.

Dezenas de treinadores da divisão de futebol americano universitário também estão sendo investigados por sua participação no esquema.