No início do mês, a ex-esposa de Jeremy Renner, que interpreta o Gavião Arqueiro na Marvel, Sonni Pacheco, pediu a custódia exclusiva da filha de 6 anos do casal, acusando o ator de abuso físico e com drogas, além de outras alegações. Agora, em novos documentos judiciais, Renner reagiu às acusações.

Os documentos, adquiridos pela TMZ e arquivados pelo advogado de Renner, chamam as alegações de “absurdo absoluto” e dizem que Pacheco é uma “mentirosa instável”. Pacheco e Renner já vinham discordando sobre questões relacionadas a divórcio e pensão alimentícia há alguns meses.

No início deste mês, documentos judiciais revelaram que Pacheco alega que Renner ameaçou matá-la e cometer suicido e até atirou com sua arma no teto enquanto sua filha estava dormindo. Ela também alega que o ator tem sérios problemas com abuso de drogas.


Jeremy Renner nega todas as acusações. Seus últimos documentos judiciais afirmam que uma foto que a ex-esposa apresentou como evidência para a acusação sobre a arma foi “grosseiramente manipulada”.

O ator também nega que seja viciado em drogas. Além disso, pede que as visitas da filha à casa da ex-esposa sejam supervisionadas ao alegar que ela é “mentalmente instável”.

“O bem-estar de sua filha, Ava, sempre foi e continua sendo o foco principal de Jeremy. É uma questão que o tribunal decide. É importante observar que as dramatizações na declaração de Sonny são unilaterais e foram feitas com um objetivo específico em mente”, disse um representante do ator de Vingadores ao TMZ.

A Marvel ainda não se pronunciou sobre o caso. O caso sobre a custódia continua em análise em tribunal.

O Gavião Arqueiro deve ganhar uma série para o Disney+ em 2021. Alguns fãs da Marvel pedem até que o ator seja demitido por conta dessas alegações.