Joaquin Phoenix é um dos maiores nomes de Hollywood. Atualmente, está em alta por conta do filme Coringa, que pode dar um Oscar de Melhor Ator ao astro.

Sempre reservado em sua vida pessoal, Joaquin Phoenix, porém, tem um trauma. O astro se sente culpado pela morte do irmão River Phoenix.

River, que era uma estrela em ascensão em Hollywood, morreu em 1993, aos 23 anos. Na época, Joaquin Phoenix tinha apenas 19 anos.


Mesmo assim, parece carregar consigo a culpa de ter visto o irmão, ao mesmo tempo que era famoso, enfrentar o vício de drogas.

A grande tristeza de Joaquin Phoenix

O trauma do astro é maior, em partes, porque Joaquin Phoenix estava com o irmão na noite em que tudo aconteceu. River teve uma overdose do lado de fora do bar Viper Room, em Los Angeles.

“Eu nunca vou entender a morte dele”, declarou o ator em entrevista para Ellen DeGeneres.

Em raras ocasiões, Joaquin Phoenix tocou no assunto. O maior arrependimento do astro é saber que o irmão abusava das drogas. Para o ator, a morte poderia ter sido evitada.

“River queria ficar em casa tocando guitarra, eu que o convenci a sair naquela noite. E ele só foi porque queria se certificar que eu fosse cuidado”, relatou o ator, em conversa no Jimmy Kimmel Live!.

Mais do que irmãos, os dois eram melhores amigos. Em algumas situações, Joaquin Phoenix já deixou claro que River é o grande ídolo dele.

Com apenas 18 anos, o irmão mais velho do astro foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Para muitos, River seria o grande nome da geração dele.

“Depois da morte de River, senti como se estivesse alterado. Demorei mais de um ano para recomeçar a vida”, disse Joaquin Phoenix.

Ao seguir com a carreira, o astro continuou o legado do irmão.

Coringa está em exibição nos cinemas.