Woody Allen e Amazon chegaram em um acordo judicial sobre um filme inédito de Allen cercado de controvérsia.

Depois que a Amazon encerrou sua parceria com Allen por denúncia de abuso sexual, o diretor de 84 anos entrou com um processo de US$ 68 milhões, alegando que o raciocínio da empresa para recusar o acordo foi o resultado de “uma alegação infundada de 25 anos atrás”.

No entanto, de acordo com o Hollywood Reporter, Woody Allen e Amazon chegaram a um acordo, descartando oficialmente o caso.


Infelizmente, os termos exatos do acordo ainda não foram divulgados e, neste momento, não há indicação sobre se eles serão ou não.

A controvérsia gira em torno do filme Um Dia de Chuva em Nova York, que a Amazon não queria lançar por conta das polêmicas envolvendo Woody Allen.

Um Dia de Chuva em Nova York teve exibições em cinemas por alguns países da Europa, mas não há sinal de que será lançado nos Estados Unidos pela Amazon.