Sylvester Stallone, o astro de franquias como Rocky e Rambo passou por um grande trauma em sua vida: A perda de seu filho, Sage, que se foi aos 36 anos de idade.

Em 2012, Sage Stallone foi encontrado morto em sua casa. Na época, as suspeitas eram de que o rapaz havia sofrido overdose, o que deixou Sylvester Stallone extremamente chateado. O astro chegou a pedir respeito pela memória do filho.

“Estou implorando para que respeitem a memória do meu talentoso filho”, disse o astro em um comunicado.


Em seguida, os exames da autópsia revelaram que Sage havia sofrido uma parada cardíaca por conta de uma doença congênita.

Uma relação distante

Sage trabalhou com o pai em alguns filmes como Rocky 5 (1990), onde ele interpretou Rocky Jr., e Daylight, de 1996.

Apesar da suposta boa relação, Sage tinha problemas com o pai. Segundo ele, Stallone não passa tempo o suficiente com ele, e isso gerava muitas mágoas.

Em uma cena de Rocky 5, o personagem de Sage reclamava com Rocky e dizia que ele não era um pai presente em sua vida. Em uma entrevista na época, Sage revelou que disse a Stallone que não estava atuando na cena, e que aqueles eram seus verdadeiros sentimentos.

Stallone já admitiu que tinha mesmo uma relação conturbada com Sage, mas que ele tentava aprender com seus erros todos os dias.

Recentemente, para homenagear Sage, Stallone criou o personagem de Adonis Creed, interpretado por Michael B. Jordan.

“Eu não queria fazer isso, mas ele deveria estar lá, deveria fazer parte disso. Quando ele nasceu eu estava fazendo Rocky, então porque não estar lá para o último”, disse em uma entrevista na época.

Adonis Creed aparece em Creed (2015) e Creed II (2018).