Martin Freeman, astro da franquia O Hobbit, falou pela primeira vez sobre seu personagem (dúbio) em Capitão América: Guerra Civil durante entrevista ao site BadTaste.

“Ele trabalha para o governo norte-americano, em conjunto com os super-heróis e com certas agências que ajudam a controlar os poderes deles. Então, não tenho certeza de qual lado ele está. Parece que ele está jogando um jogo, quando na verdade ele está jogando outro. É o tipo de personagem que eu gosto, porque é ambíguo e você não sabe se ele é bom ou mal. Não é algo do tipo preto ou branco, ele está numa área cinzenta, por isso é divertido interpretar alguém assim, que não é óbvio”, descreveu.

O ator ainda disse que já gravou algumas cenas e que sua participação no filme é “relativamente pequena”.


Robert Downey Jr. aparece destruído no set de Capitão América 3

Capitão América 3 começa onde Vingadores: Era de Ultron parou, com Steve Rogers liderando a nova equipe dos Vingadores em seus esforços contínuos para proteger a humanidade. Depois que outro incidente internacional envolvendo os Vingadores causa danos colaterais, o aumento da pressão política resulta na instalação de um sistema de responsabilidade e um conselho governamental para determinar quando solicitar os serviços da equipe. O novo status quo fragmenta a equipe enquanto eles tentam proteger o mundo de um novo e nefasto vilão.

O elenco traz Chris Evans como Capitão América, Robert Downey Jr como Homem de Ferro, Frank Grillo como o vilão Ossos Cruzados, Chadwick Boseman como Pantera Negra, Scarlett Johansson como Viúva Negra, Sebastian Stan como Soldado Invernal, Anthony Mackie como Falcão, Jeremy Renner como Gavião Arqueiro, Elizabeth Olsen como Feiticeira Escarlate, Daniel Brühl como Barão Zemo, Emily VanCamp como Agente 13, Don Cheadle como Jim Rhodes/Máquina de Combate, Paul Bettany como Visão, Paul Rudd como Homem-Formiga, William Hurt como General Ross e Martin Freeman.

Capitão América: Guerra Civil estreia nos cinemas brasileiros em 5 de maio de 2016.