Apesar da alegação de insanidade, James E. Holmes foi considerado culpado por assassinato pelo júri do Colorado. O homem foi condenado por 24 acusações de assassinatos em primeiro grau, em um tiroteio de 2012 que deixou 12 pessoas mortas. O incidente aterrorizante aconteceu na cidade de Aurora, dentro de um cinema no subúrbio de Denver em uma sessão de meia-noite de Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

Uma das grandes questões levantadas pelo processo é sobre como a cultura pop pode inspirar pessoas a matar. Mas não há uma questão definitiva para a questão, como muito argumentando que filmes e séries de TV nunca deveriam ser culpados pelo estado mental das pessoa. Apesar de que eles podem contribuir para uma visão social do mundo. James E. Holmes é um ex-estudante de neurociência que estudou na Universidade de Colorado-Denver. Ele alegou não ser culpado no caso, citando motivos de insanidade. Enquanto condenado por 24 acusações de assassinato, ele também foi acusado de 140 tentativas de assassinato e uma queixa de posse de explosivo.

Os advogados de defesa de James E. Holmes nunca alegarem a inocência de seu cliente. Há poucas evidências para provar que ele não entrou pela porta de saída do Aurora Cineplex e abriu fogo contra a plateia. Houve relatos após o incidente que outro indivíduo estava envolvido, e que dois homens foram vistos no local. Mas um segundo suspeito não foi detido no caso. Os advogados argumentaram que o homem de 27 anos de idade, que naquela época se referia a si mesmo como o Coringa, estava delirante e tinha sofrido um surto psicótico que antecedeu o ataque.


Psiquiatras forenses nomeados pelo Estado alegaram que James E. Holmes estava mentalmente doente. Mas a promotoria focou no fato de que ele ainda era capaz de diferenciar entre o certo e o errado. Por isso, ele foi considerado culpado diante da lei do Colorado. Eles afirmaram que o tiroteio havia sido meticulosamente planejado nas semanas que antecederam o incidente. Foi nessa época que ele saiu de seu programa de doutorado e perdeu sua namorada. A falta de propósito na vida foi tido como “responsável” pelo tiroteio.

James E. Holmes chegou ao tribunal diferente do homem que apareceu pela primeira vez no tribunal de volta em 2012, logo após a prisão, ostentando o cabelo vermelho tingido e um olhar vago. Durante sua audiência, ele usava uma camisa cinza e calça cáqui, com seu cabelo raspado, e de volta à sua cor natural. Ele permaneceu, no entanto, impassível quando o juiz Carlos Samour Jr. leu o veredicto. O processo levou mais de uma hora, com os promotores argumentando que ele merecia a pena de morte. Pouco depois de anunciar o veredicto, o juiz adiou o tribunal. O júri irá retornar esta próxima quarta-feira, quando os processos de condenação começarão.

James E Holmes
James E. Holmes

Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge foi lançado em 20 de julho de 2012 e marcou o fim da trilogia dirigida por Christopher Nolan.