O diretor Bryan Singer acredita que as críticas ao visual do vilão titular de X-Men: Apocalipse, comparado ao Ivan Ooze de Power Rangers, são imprecisas.

Em entrevista à Empire, ele defendeu o look de Apocalipse (Oscar Isaac), afirmando que a aparência do personagem é mais fiel aos quadrinhos do que os fãs imaginam.

“[O Apocalipse do filme] Será bem similar ao dos quadrinhos. Mas óbvio que temos algo bem futurístico, mas ainda assim antigo, no design de seu uniforme e no seu físico também”, justificou.


Singer também falou sobre as participações de Magneto e Mercúrio no filme. Magneto, já confirmado como um dos Cavaleiros do Apocalipse, “é um cara que joga dos dois lados, dependendo do dia da semana”, segundo o diretor.

“Quando encontrarmos ele pela primeira vez, ele terá pendurado a capa, se apaixonado e com uma família. Seus motivos são justificáveis, o problema é que seus métodos são questionáveis”, acrescentou.

Quanto ao retorno do Mercúrio, que, segundo seu intérprete Evan Peters agora terá uma cena “maior e melhor” que a de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, “posso incorporar ele de uma forma muito mais apropriada e integral ao novo filme, já que não podemos colocá-lo numa cozinha do Pentágono de novo”, garantiu Bryan Singer.

Veja Mística, Fera, Magneto e mais nas novas imagens

X-Men: Apocalipse é a continuação de Dias de um Futuro Esquecido. O filme, que se passará em 1983, mostrará a origem dos mutantes e incluirá novos e antigos personagens na trama.

As surpresas do primeiro trailer de X-Men: Apocalipse

Nos quadrinhos, Apocalipse é presença constante desde que surgiu em X-Factor #6. Considerado o mutante mais velho, surgido no Egito Antigo, o vilão tem o poder de reorganizar a estrutura do próprio corpo – pode, por exemplo, esticar-se ou aumentar de tamanho – e manipular campos de força, elementos e rajadas de energia, entre outras habilidades. Ao ter acesso a tecnologia alienígena, Apocalipse também conseguiu prolongar sua vida por milênios.

Dirigido por Bryan Singer, o filme chega aos cinemas brasileiros em 26 de maio de 2016.

Tudo sobre: X-Men – Apocalipse