O diretor Wes Craven, diretor de clássicos filmes como Pânico e A Hora do Pesadelo, faleceu neste domingo, aos 76 anos. Ele morreu em sua casa, em Los Angeles, em decorrência de um câncer no cérebro. As informações são da Variety.

Lenda do cinema de horror, Craven escreveu, dirigiu e editou seu primeiro filme, Aniversário Macabro, em 1972. Seu primeiro sucesso veio em 1984 com A Hora do Pesadelo, terror cult responsável por eternizar o serial killer Freddy Krueger e lançar a carreira de Johnny Depp. Ele também escreveu as duas primeiras sequências.

O segundo hit da carreira do diretor explodiu em 1996 com Pânico. O filme arrecadou mais de US$ 100 milhões apenas nos EUA e originou uma franquia com três sequências – todas dirigidas por Craven – e uma recém-lançada série de TV, da qual produzia. Também atuou como produtor de O Mestre Dos Desejos (1997), dos remakes de Viagem Maldita (2006) e A Última Casa (2009), entre outros. Seus últimos filmes como diretor foram A Sétima Alma (2010) e Pânico 4 (2011).


Recentemente, o cineasta fechou contrato para escrever e produzir uma série de projetos televisivos, que incluíam adaptações de As Criaturas Atrás das Paredes, terror dirigido por ele em 1991, e Sleepers – A Vingança Adormecida, além de uma minissérie baseada em Os Dez Mandamentos.

Wes Craven deixa sua esposa, dois filhos e três netos.