A Warner está mesmo interessada em ter o diretor George Miller (Mad Max: Estrada da Fúria) no comando de uma das próximas adaptações de HQ da DC Comics.

Depois de ter oferecido a direção de O Homem de Aço 2, o estúdio agora teria convidado o cineasta para assumir Dark Universe, filme baseado nos quadrinhos da Liga da Justiça Sombria, no lugar de Guillermo del Toro, que deixou o projeto para se dedicar a Círculo de Fogo 2.

Segundo o Heroic Hollywood, no entanto, Miller ainda não decidiu se fica com o Superman ou com o grupo do Monstro do Pântano. A publicação aproveitou para desmentir o rumor de que a sequência de O Homem de Aço estaria emperrada. De acordo com o site, a Warner planeja lançar o novo filme do Superman entre 2019 e 2020. Além disso, Brainiac seria o vilão principal.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Recentemente, Zack Snyder, diretor de Batman Vs Superman: A Origem da Justiça, falou sobre a possibilidade de George Miller (Mad Max: Estrada da Fúria) dirigir O Homem de Aço 2, rumor ventilado no mês passado.

“George fazendo um dos filmes da DC?”, questionou, durante entrevista ao News.Com.Au, dando a entender que não sabia do boato. “Meu Deus, com certeza quero isso! George pode fazer o que ele quiser na minha opinião. Nós ainda não falamos sobre isso e, para ser sincero, eu não sabia que ele estava pensando em fazer isso. Mas se ele tiver qualquer interesse [em assumir um longa da DC] é claro que ficarei feliz de conversar com ele”, disse, acrescentando que achou o último Mad Max “um filme ótimo pra caralh*”.

Miller já tem uma história com a Warner – ele quase dirigiu para o estúdio Liga da Justiça, mas após a greve dos roteiristas em 2009 o projeto acabou sendo abortado.

Batman Vs Superman: A Origem da Justiça será o próximo filme do universo DC no cinema e tem estreia marcada para maio de 2016. Na lista, vem depois: Esquadrão Suicida (agosto de 2016), Mulher-Maravilha (2017), Liga da Justiça: Parte I (2017), The Flash (2018), Aquaman (2018), Shazam (2019), Liga da Justiça: Parte II (2019), Cyborg (2020) e Lanterna Verde (2020).