O diretor Bryan Singer marcou presença no festival de cinema de San Pedro e acabou falando sobre X-Men: Apocalipse. Entre os assuntos comentados, a duração do filme, a trama e uma cena emocional com Michael Fassbender (o jovem Magneto) que fez o cineasta chorar no set.

“Eu acho que será um filme mais longo que os anteriores. Geralmente eu mantenho os filmes de X-Men com menos de duas horas, mas este eu deixei ficar um pouco mais longo porque é meio que uma espécie de encerramento dos seis filmes. Então até pode ser um pouco maior que os outros X-Men, mas não é um filme chato. Tem até uma homenagem no final. O trailer está ficando bem legal”.

“Teremos novos personagens, jovens mutantes, romances reacesos como o de Xavier e Moira MacTaggert”, continuou. Michael Fassbender faz algo tão maravilhoso nesse filme… Estávamos gravando o final de uma cena, e ele me pediu para não chamar o “corta” e quando a cena acabou, ele continuou atuando e fez algo que me fez chorar; nunca tinha visto aquilo antes. O chefe do estúdio até pegou um lencinho. Simon Kinberg, o roteirista que dificilmente se emociona, na verdade ficou emocionado. Foi tão lindo. Fassbender levou a cena para outro nível. É uma cena de cortar o coração, que não é típica de uma adaptação de quadrinhos. Vamos esperar que ela entre na versão final”, concluiu.


Desde o início da civilização, ele era adorado como um deus. Apocalipse, o primeiro e mais poderoso mutante do universo da Marvel, acumulou os poderes de muitos outros mutantes, tornando-se imortal e invencível. Ao acordar depois de milhares de anos, ele está desiludido com o mundo em que se encontra e recruta uma equipe de mutantes poderosos, incluindo um desanimado Magneto (Michael Fassbender), para purificar a humanidade e criar uma nova ordem mundial, sobre a qual ele reinará. Como o destino da Terra está na balança, Mística (Jennifer Lawrence), com a ajuda do Professor X (James McAvoy), deve liderar uma equipe de jovens X-Men contra o seu maior inimigo até então e salvar a humanidade da destruição completa, diz a sinopse oficial.

Produtor confirma novos filmes com Professor X, Magneto, Mística e Fera

Recentemente, o roteirista/produtor Simon Kinberg afirmou que X-Men: Apocalipse servirá como a conclusão da franquia (leia aqui), portanto, o próximo filme deve iniciar um novo capítulo na história dos mutantes.

Dirigido por Bryan Singer, X-Men: Apocalipse será lançado em 26 de maio de 2016.

As surpresas do primeiro trailer de X-Men: Apocalipse

Nos quadrinhos, Apocalipse é presença constante desde que surgiu em X-Factor #6. Considerado o mutante mais velho, surgido no Egito Antigo, o vilão tem o poder de reorganizar a estrutura do próprio corpo – pode, por exemplo, esticar-se ou aumentar de tamanho – e manipular campos de força, elementos e rajadas de energia, entre outras habilidades. Ao ter acesso a tecnologia alienígena, Apocalipse também conseguiu prolongar sua vida por milênios.

Diretor defende visual de Apocalipse e fala sobre Magneto

Tudo sobre X-Men: Apocalipse