A franquia X-Men seguirá os moldes da saga Star Wars, intercalando seus títulos principais com filmes solos de personagens. A informação foi revelada por Simon Kinberg, roteirista e produtor de filmes de X-Men, em entrevista ao Hollywood Reporter.

“Nós queremos continuar fazendo os filmes. Parte do que estamos fazendo agora são filmes solos com novos personagens, como Deadpool e Gambit. Também faremos outro Wolverine. E então teremos novos filmes de X-Men com Professor X, Magneto, Mística e Fera, com o elenco que começamos em Primeira Classe, Dias de um Futuro Esquecido e agora em Apocalipse. [Michael] Fassbender, [James] McAvoy, Jen [Lawrence] e Nick Hoult são o carro-chefe de X-Men. Eu adoraria continuar fazendo os filmes com esse elenco. [A franquia X-Men] Será praticamente da forma que a saga Star Wars está agora, com os Episódios como os filmes principais e os longas derivados”, comparou.

Recentemente, Kinberg afirmou que X-Men: Apocalipse servirá como a conclusão da franquia (leia aqui), portanto, o próximo filme deve iniciar um novo capítulo na história dos mutantes.


Dirigido por Bryan Singer, X-Men: Apocalipse será lançado em 26 de maio de 2016.

As surpresas do primeiro trailer de X-Men: Apocalipse

Nos quadrinhos, Apocalipse é presença constante desde que surgiu em X-Factor #6. Considerado o mutante mais velho, surgido no Egito Antigo, o vilão tem o poder de reorganizar a estrutura do próprio corpo – pode, por exemplo, esticar-se ou aumentar de tamanho – e manipular campos de força, elementos e rajadas de energia, entre outras habilidades. Ao ter acesso a tecnologia alienígena, Apocalipse também conseguiu prolongar sua vida por milênios.

Roteirista chama vilão de “divindade sobrenatural”

Tudo sobre X-Men: Apocalipse