George Lucas, o criador da saga Star Wars, hesitou em dirigir Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma (1999).

Em entrevista ao podcast Happy Sad Confused, o cineasta Ron Howard revelou que a princípio Lucas não pensava em retornar à direção do primeiro filme da segunda trilogia e que chegou a considerar três diretores para substituí-lo no comando de Ameaça Fantasma.

“Ele não queria necessariamente dirigir o filme. Ele me disse que teve conversas com Robert Zemeckis, Steven Spielberg e eu. Eu fui o terceiro com quem ele falou. Todos os diretores disseram a mesma coisa para ele: ‘George, você que deveria dirigir o filme!’. Eu acredito que ninguém gostaria de sucedê-lo na época. Seria uma honra, mas também uma coisa assustadora”, afirmou Howard.


Recentemente, George Lucas comparou os filmes de Star Wars como uma novela e ainda revelou por que a Disney resolveu descartar suas ideias para o novo filme da saga, Star Wars: O Despertar da Forçaleia aqui.

Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith (2005) foi o último filme dirigido por George Lucas.

Star Wars: O Despertar da Força, o sétimo e novo capítulo da saga, vai começar uma nova trilogia de filmes e tem direção de J.J. Abrams. Sua estreia no Brasil está marcada para 17 de dezembro.

Já Star Wars: Episódio 8 terá direção de Rian Johnson e estreia em maio de 2017; candidatas à protagonista feminina já estão sendo procuradas (conheça as primeiras). Abrams descartou seu retorno à franquia, mas diz que aprova seu substituto – leia mais. Colin Trevorrow, de Jurassic World, recentemente foi confirmado na direção do Episódio IX e já começou a se preparar para o filme – veja aqui.

A franquia também ganhará filmes derivados; o primeiro é o longa de assalto Star Wars: Rogue One, com lançamento marcado para 16 de dezembro de 2016. O próximo derivado será um filme sobre as origens de Han Solo – leia mais.

Tudo sobre Star Wars: O Despertar da Força