No momento, o embate entre Batman e Superman domina os cinemas, mas um outro confronto entre heróis está prestes a roubar o foco das discussões entre fãs: o de Capitão América e Homem de Ferro em Capitão América: Guerra Civil.

Primeiras reações apontam filme como “terror emocional”

O filme só chega aos cinemas dentro de um mês, em 28 de abril, mas enquanto isso não acontece, o Observatório do Cinema fez um artigo para te preparar para o conflito, munindo você com todas as informações necessárias sobre a Guerra do título:


Como a Guerra começa

capitaoamerica3starkrogers

Capitão América 3 terá um intervalo de tempo de dois anos em relação ao final de Vingadores: Era de Ultron, mostrando Steve Rogers como líder do recém-formado time de Vingadores em seus contínuos esforços para proteger a humanidade. Mas após outro incidente envolvendo os heróis resultar em danos colaterais, cresce a pressão política para instalar um sistema de prestação de contas, encabeçada por um órgão para supervisionar e dirigir a equipe.

Capitão América: Guerra Civil será SIM um Vingadores 2.5; saiba por que

A nova situação fragmenta os Vingadores em duas frentes, uma liderada por Steve Rogers e seu desejo para os Vingadores de permanecerem livres para defender a humanidade sem interferência do governo, e outra frente comandada por Tony Stark e sua surpreendente decisão de apoiar a vigilância do governo e a prestação de contas dos heróis.

Por que a Guerra estoura

capitao3bucky

Basicamente por causa do Bucky. Parece uma afirmativa estranha – embora não incomum – começar uma Guerra por motivos pessoais, mas o fato é que os últimos trailers de Capitão América 3 acabam transformando a trama em um tipo de história de amor, com o Capitão América dividido entre seu ex (Bucky, o antigo camarada de guerra transformado no Soldado Invernal) e sua atual relação com o Homem de Ferro.

Time Capitão América ou Time Homem de Ferro: Qual lado escolher?

E claro que Steve Rogers arrisca tudo por seu melhor amigo, pois esse é o tipo de homem cheio de moral que todos nós conhecemos. De qualquer forma, não deixa de ser uma motivação melhor do que a da Guerra Civil dos quadrinhos, onde os heróis resolviam ir contra o governo só porque sim.

As consequências da Guerra Civil

capitaoamerica3heroes

“Os heróis desse universo operam sob suas próprias regras, não sob as diretivas de um governo, e isso pode causar muitos problemas”, diz o codiretor Joe Russo. “Abordamos um certo nível de imperialismo no filme – que direito os superpoderosos têm de usar seus poderes, mesmo que seja para fazer o bem? Como você governa esse tipo de poder?”.

Ainda segundo o cineasta, o tema do filme é traição. “Capitão América 3 é extremamente emocional. Ele depende de emoção e nos atinge em um nível muito pessoal, por isso não queríamos que o filme apenas girasse em torno de política e pessoas discutindo sobre banalidades. O terceiro ato do filme é construído em cima de um momento muito pessoal entre Tony e Steve”, adianta. Em outra ocasião, os diretores do filme chegaram a falar sobre um final dramático e controverso (veja aqui). Ou seja, a Guerra Civil pode terminar muito, muito mal. Possivelmente em tragédia.

Vaza possível foto da morte de personagem importante do filme

Capitão América: Guerra Civil vai inaugurar a Fase 3 da Marvel. Com 2 horas e 27 minutos, será o filme mais longo do universo da Marvel.