Tom Holland faz parte de uma geração incrível de jovens atores. Contemporâneo de gente talentosa como Asa Butterfield (A Invenção de Hugo Cabret), Kodi Smit-McPhee (Deixe-Me Entrar), Elle Fanning (Malévola) e Chloe Moretz (Kick-Ass), Holland faz parte da geração que está começando a chegar à maioridade agora, e começando portanto a mostrar as garras que já sabíamos que eles tinham graças a excelentes atuações durante a infância.

De fato, é possível dizer que o britânico Holland começou um pouco tarde: em 2012, aos 16 anos, entregou sua performance de estreia, e impressionou, com O Impossível. O filme de desastre natural do diretor J.A. Bayona (O Orfanato) tinha Naomi Watts e Ewan McGregor em atuações brilhantes como os pais de uma família que se vê no meio do tsunami da Indonésia de 2004, mas Holland se destacava como o teimoso e corajoso filho mais velho, de certa forma o alicerce emocional sobre o qual o filme se apoiava. Rendeu indicação ao Critics Choice Awards, já na lata.


Sim, Tom Holland é também o ator mais jovem a ostentar o uniforme do Homem-Aranha. Tobey Maguire tinha 27 anos quando assumiu o personagem, e Andrew Garfield, apesar de não aparentar, contava já 29 aninhos ao fazer O Espetacular Homem-Aranha. Holland, por sua vez, completa duas décadas de vida no próximo dia 1º de Junho, o que provavelmente só o qualifica mais para ser um Peter Parker que, como informações sobre o reboot do Aranha dão conta, ainda está no ensino médio.

O desastre que foi a franquia O Espetacular Homem-Aranha

Como muitas reportagens sobre o novo Homem-Aranha também destacam, a formação primária de Holland é como dançarino, não como ator. Antes de entrar para o cinema, Holland era um dançarino de hip hop no grupo da sua escola em Wimbledon, na Inglaterra, e foi descoberto pela coreógrafa Lynne Page para, em 2008, se tornar o protagonista de Billy Elliott, montagem musical dos palcos ingleses da história do menino que quer se tornar dançarino de ballet e sofre preconceito de todos os lados. Feita em filme em 2000, a história é recontada nos palcos ingleses desde 2005, com canções compostas por Elton John.

hollandpalcos

Tom Holland também fez dois trabalhos de dublagem no cinema, um número bastante alto se você pensar que o ator só está por aí há quatro anos. O primeiro foi na dublagem americana do anime O Mundo dos Pequeninos, do diretor indicado ao Oscar Hiromasa Yonebayashi (As Memórias de Marnie). Na animação, ele interpreta o protagonista Sho, um menino que descobre a existência de seres diminutos que vivem na casa de sua família. O segundo trabalho foi no thriller Locke, em que Holland dá voz a um dos personagens que conversam com Tom Hardy, o único personagem visto durante o filme, ao telefone.

Será que essa experiência com atuação puramente vocal pode ajudar quando Holland estiver atuando embaixo da máscara do Homem-Aranha? Parece que a Marvel escolheu mesmo o cara certo para o papel.

Enfim, Holland se manteve ocupado entre 2012 e 2016, quando ele vai estrear como o Homem-Aranha em Capitão América: Guerra Civil, que vai chegar dia 28 de Abril aos cinemas brasileiros. Em 2013, ele co-estrelou Minha Nova Vida, um thriller young adult, com a indicada ao Oscar Saoirse Ronan, e em 2015 esteve tanto na minissérie britânica Wolf Hall, uma boa pedida se você curte dramas de época e intrigas palaciais, quanto na ótima aventura No Coração do Mar, em que serviu em um navio sob o comando do próprio Thor, o ator Chris Hemsworth.

Homem-Aranha | O que o novo uniforme tem de diferente dos anteriores?

O mais impressionante é que, ainda em 2016, Tom Holland tem outros três projetos enfileirados. Ele protagoniza The Lost City of Z, do diretor James Gray (Era Uma Vez em Nova York) como um explorador da Amazônia que nunca voltou de sua última expedição; Backcountry, um drama em que é um de dois irmãos presos em uma tempestade de inverno em uma casa com o seu pai imprevisível e violento; e Pilgrimage, em que interpreta um monge irlandês carregando uma relíquia sagrada por um país assolado por guerra.

Nesse último filme, aliás, Holland conheceu Jon Bernthal, o intérprete de outro personagem da Marvel: o Justiceiro, na segunda temporada de Demolidor. Os dois ficaram amigos e ajudaram um ao outro a produzirem suas fitas de audição para os papeis de super-heróis – Holland aparece como parceiro de cena na fita que Benthal enviou a Marvel, e vice-versa. Será que veremos Homem-Aranha e Justiceiro juntos em breve nas telas? Seria muito bacana, com certeza.

Tom Holland é o melhor Homem-Aranha do cinema, diz James Gunn

NEbiZbrXfSntek_2_b