Atualmente sendo exibido no Festival de Tribeca, o filme King Cobra, estrelado por James Franco e passado na indústria do cinema pornô gay, previsivelmente causou polêmica pelas cenas de sexo.

Além de Franco, o filme ainda é estrelado por Christian Slater (Mr. Robot). O diretor Justin Kelly conversou com a Entertainment Weekly sobre o sexo no filme e como ele lidou com as cenas mais picantes com seus atores.

“Nós discutimos com cada um deles até onde eles se sentiriam confortáveis em ir”, disse. “Cada cena ou momento escandaloso está lá só se ela ajudar a levar a história adiante. Então não é só ter cenas de sexo porque a história é sobre a indústria pornô gay, é sobre levar os personagens e a história adiante”.


Kelly disse ainda que o momento mais constrangedor das filmagens foi uma cena entre Franco e Keegan Allen em que os dois estavam “completamente nus e usando um negócio que eles chamam de ‘meias de p***o'”.

“Foi um daqueles momentos em que, mesmo eu tendo escrito e dirigido o filme, eu fiquei meio chocado com o que estávamos fazendo”, riu o cineasta.