Apesar das muitas críticas à forma como a clássica história da Fênix Negra foi abordada em X-Men: O Confronto Final (2006), o produtor e roteirista Simon Kinberg se disse pronto para tentar de novo no próximo filme da franquia, ainda sem detalhes divulgado.

Quem assistiu X-Men: Apocalipse sabe que as sementes da história, que vê Jean Grey descontrolada e possuída pela entidade conhecida como Fênix, estão lá. “Eu adoraria abordar essa história de novo. Vamos ver”, disse Kinberg à Entertainment Weekly.

“Está tudo em X-Men: Apocalipse, se você prestar atenção. Jean não consegue controlar seus poderes a não ser que os pare completamente, ou os deixe completamente soltos”, comentou Sophie Turner, que interpreta Jean no novo filme. “E isso de certa forma é a Fênix se manifestando. Eu acho que nos filmes futuros veremos bem mais disso”.


Crítica | X-Men: Apocalipse

Especial | Os mutantes de X-Men: Apocalipse

“Desde o início da civilização, ele era adorado como um deus. Apocalipse, o primeiro e mais poderoso mutante do universo da Marvel, acumulou os poderes de muitos outros mutantes, tornando-se imortal e invencível. Ao acordar depois de milhares de anos, ele está desiludido com o mundo em que se encontra e recruta uma equipe de mutantes poderosos, incluindo um desanimado Magneto (Michael Fassbender), para purificar a humanidade e criar uma nova ordem mundial, sobre a qual ele reinará. Como o destino da Terra está na balança, Mística (Jennifer Lawrence), com a ajuda do Professor X (James McAvoy), deve liderar uma equipe de jovens X-Men contra o seu maior inimigo até então e salvar a humanidade da destruição completa”, diz a sinopse oficial.

O que virá para a franquia após X-Men: Apocalipse?

Olhar Geek #2 | A história dos X-Men, os heróis dos rejeitados

Dirigido por Bryan Singer, o filme estreou no Brasil em 19 de maio e chega aos EUA apenas no dia 27.

X-Men: Apocalipse e mais 18 blockbusters imperdíveis de 2016

Saiba o que acontece na cena pós-créditos do filme