Mais de quatro décadas depois de sua estreia, Tubarão segue sendo um dos clássicos do cinemão americano, mas a experiência das filmagens parece ter sido mais do que um pouco intensa para Steven Spielberg, seu célebre diretor, que ascendeu à fama com o filme de 1975.

Jogador Nº 1 | Atriz de Game of Thrones no filme de Steven Spielberg

“Fazer Tubarão me traumatizou por anos. Eu saía de casa, mesmo anos depois do filme, e ia até o porto, até o barco em que filmamos, e trabalhava a minha dor e o meu trauma. Eu simplesmente ficava sentado naquele barco por horas, e começava a tremer. Minhas mãos tremiam”, disse o diretor à Entertainment Weekly.


Star Wars | Spielberg: “Eu nunca dirigiria um filme da franquia”

A produção de Tubarão foi atribulada, com problemas de orçamento e com o estúdio. O filme que daria fama à Spielberg quase não saiu, e o então jovem diretor parece ter ficado traumatizado com a experiência.

“Eles destruíram o barco depois, disseram que ele estava apodrecendo. E é claro que estava! Mas a experiência me libertou, ao mesmo tempo, porque me deu mais liberdade para contar minhas próprias histórias após o sucesso do filme”, concluiu.