Mateus Solano contracenou com a atriz Cynthia Nixon, mais conhecida pelo papel de Miranda na série e filmes de Sex and the City, em seu novo longa-metragem, a comédia brasileira Talvez uma História de Amor.

“Sou fã da Cyntia desde que ela tinha 16 anos, no filme Amadeus, e já arrebentava”, disse o ator brasileiro em entrevista ao jornal Estadão. “Me divertir nos bastidores, contracenar com ela e ainda por cima ficar satisfeito com a cena e o trabalho, não tem preço”, acrescentou.

As cenas foram rodadas em Nova York e o filme se tornou a primeira produção brasileira a ser filmada no Museu Guggenheim.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Veja Solano e Nixon juntos nos bastidores:

Na trama, Mateus Solano faz o metódico protagonista Virgílio, que ouve uma mensagem em sua secretária eletrônica com a mulher Clara (Thaila Ayala) informando o fim do relacionamento. No entanto, tem um problema: Virgílio não faz ideia de quem seja essa mulher, apesar de todos seus amigos terem certeza de que havia algo entre os dois.

Cynthia Nixon viverá Toni, gerente do museu de Nova York. Paulo Vilhena, Bianca Comparato, Totia Meirelles, Nathalia Dill, Juliana Didone, Gero Camilo, Jacqueline Sato, Marco Luque, Dani Calabresa e Flávia Garrafa completam o elenco do longa.

Ainda não há previsão de estreia para Talvez uma História de Amor.