Um bom fim de semana para as estreias americanas: a briga entre O Lar das Crianças Peculiares e Horizonte ProfundoDesastre no Golfo foi boa, mas o filme de Tim Burton acabou ganhando vencendo a disputa, arrecadando US$28,5 milhões em seu fim de semana de estreia e ficando em primeiro lugar.

Crítica 2 | O Lar das Crianças Peculiares

Crítica | O Lar das Crianças Peculiares


A trama adaptada do livro de Ransom Riggs gira em torno de Jacob (Asa Butterfield), jovem enviado para um orfanato, que fica numa ilha isolada do País de Gales, após uma tragédia familiar. Lá, ele descobre a existência de crianças com poderes sobrenaturais que foram exiladas no local. Logo, o jovem fará de tudo para proteger o grupo de órfãos das garras da malvada Srta. Peregrine (Eva Green), que comanda o orfanato.

Samuel L. Jackson também está no elenco como o misterioso Barron, ao lado de Ella Purnell, Chris O’Dowd, Allison Janney, Terence Stamp, Kim Dickens, Rupert Everett e Judi Dench.

O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares chegou aos cinemas brasileiros em 29 de setembro.

Horizonte ProfundoDesastre no Golfo, por sua vez, fez US$ 20,6 milhões em sua estreia, aparecendo em segundo lugar.

Baseada no artigo do New York Times “Deepwater Horizon’s Final Hour”, publicado em dezembro de 2010 por David Barstow, David Rohde e Stephanie Saul, a trama dramatiza os eventos ocorridos durante a explosão da plataforma de petróleo Deepwater Horizon, no Golfo do México. Um dos maiores derramamentos de óleo da história, o incidente deixou 11 mortos e 16 trabalhadores feridos.

Mark Wahlberg interpreta um dos gerentes da plataforma na adaptação, que mostrará os eventos que levaram ao desastre, além dos atos de heroísmo por parte daqueles que tentaram resgatar os membros da tripulação na água. Kate Hudson, Kurt Russell, John Malkovich, Dylan O’Brien e Gina Rodriguez completam o elenco.

Peter Berg (Battleship), que já trabalhou com Mark Wahlberg em O Grande Herói, dirige o filme, produzido por Lorenzo di Bonaventura e Mark Vahradian, ambos da franquia Transformers. Horizonte ProfundoDesastre no Golfo estreia em 10 de novembro no Brasil.

Sete Homens e Um Destino fez US$15,6 milhões no seu segundo fim de semana, ficando com o terceiro lugar e acumulando US$80 milhões ao redor do mundo.

Crítica | Sete Homens e Um Destino

Na trama baseada no clássico faroeste de 1960, os habitantes de um pequeno vilarejo sofrem com os constantes ataques de um bando de pistoleiros. Revoltados com os saques, alguns moradores contratam pistoleiros desempregados para contra-atacar os bandidos.

Manuel Garcia-Rulfo (Vasquez), Vincent D’Onofrio (Jack Horne), Chris Pratt (Josh Farraday), Denzel Washington (Sam Chisholm), Ethan Hawke (Goodnight Robicheaux), Byung-hun Lee (Billy Rocks) e Martin Sensmeier (Red Harvest) são os protagonistas do novo Sete Homens e Um Destino. A direção é de Antoine Fuqua, que se reúne com Denzel Washington após Dia de Treinamento e O Protetor.

Sete Homens e Um Destino estreou em 22 de setembro no Brasil.

Cegonhas: A História que Não te Contaram, primeira animação da Warner após o sucesso de Uma Aventura LEGO, decepcionou, caindo para a quarta posição em sua segunda semana com US$14 milhões. Pelo mundo, ultrapassou os US$50 milhões ao redor do mundo.

Crítica | Cegonhas: A História que Não te Contaram

A animação se passa num mundo onde as aves titulares há muito tempo deixaram de realizar partos para entregar pacotes, tomando contrando de um grande negócio varejista online chamado de CornerStore.

Os personagens centrais são um pássaro viciado em trabalho e uma adolescente espirituosa que se unem para transportar um bebê recém-nascido a sua legítima casa. Kelsey Grammer, Keegan-Michael Key, Jordan Peele, Ty Burrell, e Katie Crown formam o elenco original de dubladores.

Com direção da dupla Nicholas Stoller (Vizinhos 2) e Doug Sweetland (do departamento de animação de Procurando Nemo), Cegonhas: A História que Não te Contaram chegou no Brasil em 22 de setembro.

Sully: O Herói do Rio Hudson fechou o top 5 com mais US$8,2 milhões. O sucesso já acumulou US$150 milhões na bilheteria mundial.

Baseado no livro de memória Highest Duty, o filme reconta a história do Capitão Chesley “Sully” Sullenberger (Tom Hanks), piloto veterano responsável pela aterrissagem do Airways Flight 1549 no rio Hudson, em janeiro de 2009. Ele salvou todos a bordo do que seria um acidente fatal.

Laura Linney está no elenco como Lorraine, esposa de Sullenberger, e Aaron Eckhart faz seu copiloto, Jeff Skiles. Sully tem estreia marcada para 1º de dezembro no Brasil.