Um estudo do site Internet Movie Firearms Database, que cataloga cenas de violência com arma de fogo em filmes do mundo inteiro, o número e intensidade de cenas do tipo em filmes permitidos para menores triplicou desde os anos 80.

A pesquisa analisou filmes de 1985 a 2015. Segundo a pesquisa, a intensidade dessa violência mostrada nos filmes em questão (classificados como PG-13 nos EUA) aumentou ainda mais do que o mostrado em filmes para maiores (R-Rated).

Zac Efron pinta a unha em campanha contra violência infantil


11% mais armas foram vistas em filmes PG-13 entre 1995 e 2015. Segundo a pesquisa, o número aumentou depois que o uso de uma arma em Duro de Matar 2 aumentou as vendas de uma pistola da empresa Glock.

O site ainda nota que o aumento das cenas de violência também tem a ver com a mudança do gênero mais popular de Hollywood – hoje em dia, 34% dos filmes produzidos pelos grandes estúdios são de ação ou aventura.