Nem só de trabalho com animação computadorizada viveu a equipe de efeitos especiais de Animais Fantásticos e Onde Habitam. Segundo o supervisor Tim Burke, em entrevista ao THR, a equipe também criou versões reais das criaturas do filme para ajudar os atores nas performances.

“Eddie [Redmayne] queria desenvolver um relacionamento com cada uma das criaturas, ao invés de contracenar com uma bolinha de tênis espetada em uma viga”, riu Burke. “Assim que terminávamos o design de uma criatura, mandávamos uma versão impressa em 3D para o estúdio”.

“Foi um pouco mais difícil com o Erumpente, que é uma criatura enorme com traços de rinoceronte [veja na foto acima]. Tivemos que criar uma estrutura de aço, vários fios ligados que imitavam a forma do animal, porque não conseguiríamos imprimir uma versão em 3D ou montar um animatrônico”, disse ainda.


Crítica | Animais Fantásticos e Onde Habitam

Eddie Redmayne interpreta o protagonista de Animais Fantásticos e Onde Habitam, o magizoologista Newt Scamander, ao lado de Katherine Waterston, Ezra Miller, Colin Farrell, Dan Fogler, Samantha Morton, Jon Voight, Gemma Chan (da série Humans), Carmen Ejogo (Selma) e Ron Perlman (Hellboy), que completam o elenco principal.

J K Rowling, criadora da franquia de Harry Potter, assina o roteiro – esta é sua estreia como roteirista – além de produzir o filme ao lado de David Heyman (produtor de todos os oito filmes da saga), Steve Kloves e Lionel Wigram. David Yates, que comandou os quatro últimos filmes da série Harry Potter, dirige.

A sequência tem estreia marcada para 16 de novembro de 2018. Cinco filmes desse universo já foram garantidos.