J.A. Bayona conversou com o Digital Spy sobre o tom que ele busca arquivar em Jurassic World 2, continuação do fenômeno de bilheteria de 2015.

“Eu acho que parte da razão pela qual eles me chamaram para isso é fazer um filme mais assustador e sombrio. Quando você pensa no Jurassic Park original, pensa naquela cena com o T-Rex e as pessoas no carro, e aquilo é aterrorizante! Queremos voltar a essas raízes com o nosso filme”, contou o diretor.

“Estou muito consciente que estou trabalhando em uma franquia e que essa é a cria de Steven Spielberg e Colin Trevorrow, e penso nesse filme como uma colaboração entre cineastas, e não um projeto pessoal. Mesmo assim, acho que há espaço para que eu possa me divertir um pouco”, provocou ainda.


Jurassic World 2 | “Eu sempre busco um desafio”, diz diretor da sequência

Jurassic World 2 estreia em 2018.