O diretor Rian Johnson abriu o jogo sobre o processo de construção do roteiro de Star Wars: The Last Jedi em entrevista à Empire. Ele contou que a maior dificuldade foi dar uma abordagem moderna mas ao mesmo tempo clássica para o filme:

“Eu me encontrei constantemente querendo introduzir idiomas modernos no diálogo, e às vezes isso pode funcionar, mas você tem que ter muito cuidado. Se você for longe demais, poderá quebrar esse feitiço de Star Wars. O outro desafio são as conversas mais técnicas, que precisam ser simultaneamente complexas o suficiente para soarem reais e conceitualmente simples o suficiente para o público acompanhar. Os filmes originais foram brilhantes nisso”.

Ainda falando sobre o desenvolvimento deste novo Star Wars, Johnson diz ter ficado impressionado com o quão íntima foi sua relação com o filme, chegando a comparar seu trabalho na superprodução com filmes menores que ele já fez:


“Eu acho que a maior surpresa foi a intimidade do processo. É enorme, claro, e está cheio de grandes e pequenas pressões. Mas no final do dia, tudo se resume às mesmas coisas que os filmes menores que fizemos: contar uma história que nos interessa com uma câmera e alguns atores. E um Wookiee”.

Diretor divulga imagem da abertura do filme

Dirigido por Rian Johnson, Star Wars: The Last Jedi estreia em 14 de dezembro nos cinemas brasileiros.

8 teorias sobre o título do filme