Apesar de estar sendo considerado pelos fãs um filme bem fiel ao livro, 50 Tons Mais Escuros ainda apresentou algumas mudanças em relação à trama original. Confira abaixo as mais significativas:

1. Sem Dr. Fyn

O psiquiatra de Christian Grey não aparece no longa, algo que é muito diferente em relação ao livro. Fyn não só estava presente no baile de caridade – onde até mesmo dançou com Ana – mas ele também se sentou com ela para responder a todas as perguntas que ela tinha sobre Christian. O filme decidiu não incluir essa conversa em profundidade ou até mesmo mencionar que havia um Dr. Flynn.


2. Há menos sexo

Algo até que esperado. Há muito sexo no livro, assim como há no filme, mas os produtores precisam cortar algumas coisas para o filme não pegar uma classificação muito alta. Das partes do livro cortadas, destacam-se as cenas que envolvem sorvete e uma outra durante um passeio de barco entre Ana e Christian.

3. Um começo diferente

No filme, Christian e Ana se reúnem no show da galeria de José, com ele a levando para jantar após o show e implorando o seu perdão. No livro, a tentativa de Christian de recuperar Ana começou muito mais cedo, quando ele enviou um e-mail e perguntou se ele poderia acompanhá-la ao show de José, em primeiro lugar. Ela disse que sim, e os dois desfrutaram de um longo passeio de carro – seguido por um longo passeio de helicóptero – onde eles discutiram o que aconteceu no final de seu relacionamento.

4. Onde está Ethan?

No livro, o irmão de Kate, Ethan, está vindo para a cidade para ficar com Ana e acaba sendo uma grande parte da história de Leila quando ele aparece na noite em que Leila puxa uma arma contra Ana. Ana, em seguida, saiu e tomou algumas bebidas com Ethan, a fim de processar tudo o que tinha acontecido. Christian não estava feliz com ela.

A raiva de Christian é a única parte que o filme manteve. Ao eliminar Ethan inteiramente, o filme coloca Ana andando na chuva sozinha após de quase ser baleada por Leila. Ela não está bêbada quando ela volta para casa, mas Christian ainda não está feliz com ela.

5. Não há leilão da primeira dança do baile

No livro, o baile de caridade foi um evento elaborado cheio de muitos, muitos rostos, incluindo o Dr. Flynn, avós de Christian, e amigos de Mia. Mas o filme foca mais nas pessoas que já conhecemos. E quando se trata de enredo, um momento-chave está ausente do evento: O filme não inclui um leilão da primeira dança, que no livro serviu como a chance de Christian de gastar uma quantidade enorme de dinheiro em uma dança com Ana.

6. Uma proposta de casamento diferente

Quando Christian faz a pergunta, ele o faz depois que Ana o acorda de um de seus pesadelos, com ele voltando a dormir rapidamente. Ana fica até a manhã seguinte sem entender se ele falou sério.

No livro, as duas partes estavam completamente despertas para a proposta, que teve lugar após a discussão com Leila. Além disso, Christian mais tarde levou Ana para uma casa que ele planejava comprar para eles.

Uma semelhança: Em ambos os casos, Ana diz sim com um chaveiro.

7. Kate não descobre sobre o acordo

No livro, Ana teve algumas explicações para fazer quando sua melhor amiga, Kate, encontrou um de seus e-mails para Christian sobre uma negociação de contrato, mas no filme, Kate permanece sem saber de alguma coisa.

50 Tons de Cinza | Dakota Johnson quer dar um tempo em cenas de sexo após trilogia

Na trama de 50 Tons Mais Escuros, quando o ferido Christian Grey (Jamie Dornan) tenta seduzir a cautelosa Ana Steele (Dakota Johnson) e trazê-la de volta para sua vida, ela exige um novo acordo antes de dar uma nova chance a ele. Enquanto os dois começam a construir um relacionamento baseado em confiança e estabilidade, figuras sombrias do passado de Christian começam a rodear o casal, determinadas a destruir todas as suas esperanças de um futuro juntos.

50 Tons Mais Escuros chegou aos cinemas brasileiros em 10 de fevereiro. A conclusão da trilogia, 50 Tons de Liberdade, será lançada em 2018.