Dakota Johnson herdou a voz e a presença de cena de sua mãe, Melanie Griffith, e em 50 Tons Mais Escuros, até a cena de um filme.

Durante o filme, a personagem de Johnson, Anastasia Steele, tem um diálogo que parece retirado do final de Uma Secretária de Futuro, a comédia de 1988 que foi a estreia de Griffith nos cinemas.

No diálogo original, Griffith vive Tess, uma secretária de Staten Island que trabalha até conseguir uma posição de executiva em Wall Street (e atrapalha Harrison Ford no processo), apesar dos esforços de destruição de sua chefe, Katharine (Sigourney Weaver). No final do filme, Tess – que até agora foi secretária de Katharine – recebe uma secretária, Alice (Amy Aquino). Eles têm uma conversa:


Alice: Talvez agora seria um bom momento para dizer o que você espera de mim.

Tess: Eu espero que você me chame de Tess. Eu não espero que você me traga café a menos que você esteja pegando um pouco para você, e o resto nós vamos nos acertando, ok?

É uma cena curta, mas direta, mostrando que Tess tratará sua secretária gentilmente e de maneira justa, ao contrário da maneira como Katharine a tratava. E essa é provavelmente a intenção do roteirista de 50 Tons Mias Escuros, Niall Leonard, que cita o discurso de Tess palavra por palavra (exceto o nome da outra mulher) no filme.

Na nova cena, Anastasia recebeu uma promoção inesperada de assistente de editor em uma prestigiada editora de Seattle, depois de seu antigo chefe Jack Hyde (Eric Johnson) ser demitido por assédio sexual. A outra assistente de Hyde, Hannah (Ashleigh LaThrop), de repente percebe que ela agora trabalha para Anastasia, e incredulamente pergunta se ela deveria chamá-la de “Miss Steele.” Anastasia responde com a frase da mãe sobre o café e Hannah sorri para sua nova chefe.

50 Tons de Cinza | Dakota Johnson quer dar um tempo em cenas de sexo após trilogia

Na trama de 50 Tons Mais Escuros, quando o ferido Christian Grey (Jamie Dornan) tenta seduzir a cautelosa Ana Steele (Dakota Johnson) e trazê-la de volta para sua vida, ela exige um novo acordo antes de dar uma nova chance a ele. Enquanto os dois começam a construir um relacionamento baseado em confiança e estabilidade, figuras sombrias do passado de Christian começam a rodear o casal, determinadas a destruir todas as suas esperanças de um futuro juntos.

50 Tons Mais Escuros chegou aos cinemas brasileiros em 10 de fevereiro. A conclusão da trilogia, 50 Tons de Liberdade, será lançada em 2018.