A estrela de Get Out, Daniel Kaluuya respondeu as críticas de Samuel L. Jackson sobre atores negros britânicos sempre serem escalados em papéis sobre afro-americanos. Get Out têm recebido vários elogios da crítica e público em geral e o sucesso também se traduz em bilheteria, já que é o primeiro filme da Blumhouse (produtora das franquias Atividade Paranormal, Sobrenatural e Uma Noite de Crime) a atingir mais rápido a marca de US$ 100 milhões.

Em entrevista ao CQ, Daniel quebrou o silêncio a respeito da declaração de Jackson:

“Eu sou amaldiçoado pela cor, cara. Eu tive que lutar contra as pessoas dizendo que eu era muito negro. Depois eu vou pra América e as pessoas dizem que não sou negro o suficiente. Eu vou pra Uganda e não consigo falar o idioma. Na Índia, eu sou negro. Na América, eu sou britânico.”


“Eu sinto que preciso provar o tempo todo que sou negro e sou capaz o suficiente de fazer estes papéis”, continuou Daniel.

John Boyega rebate Samuel L. Jackson por comentário polêmico

Catherine Keener, Bradley Whitford, Caleb Landry Jones (X-Men: Primeira Classe), Milton “Lil Rel” Howery (The Carmichael Show), Betty Gabriel (Uma Noite de Crime 3), Marcus Henderson (Meu Amigo o Dragão) e Keith Stanfield (Straight Outta Compton) completam o elenco.

Jason Blum, Sean McKittrick (Donnie Darko) e Edward H. Hamm Jr. (Meu Bebê é o Diabo!) produzem o terror da Universal.

Get Out foi lançado nos EUA em 24 de fevereiro de 2017.