Os cinéfilos, em especial os fãs de Quentin Tarantino, estão empolgados com a notícia, divulgada recentemente, de que o próximo filme do diretor de Pulp Fiction abordará assassinatos cometidos por Charles Manson e seu grupo na década de 1960, nos Estados Unidos.

Em meio aos rumores sobre o projeto, um usuário da rede social Reddit chamado b1rdnest alegou ter informações de pessoas envolvidas na produção e publicou alguns supostos elementos da trama. A publicação foi noticiada pelo portal IndieWire. Aqui, vale um alerta para possíveis spoilers abaixo.

A atriz Sharon Tate foi uma das vítimas dos seguidores de Manson. Ela foi morta quando estava grávida de oito meses do cultuado diretor de cinema Roman Polanski, com quem era casada. Mas, na versão de Tarantino, Sharon Tate sobreviveria e começaria a caçar seus algozes, com sede de vingança e sangue.


Se a ideia lembra a trama de Kill Bill, é porque, segundo a publicação, Tarantino teria aproveitado elementos do terceiro filme – que acabou nunca sendo realizado – em seu novo projeto.

A publicação diz ainda que Tarantino vai fazer referências ao longa-metragem Teatro dos Vampiros, estrelado por Tate e dirigido por Polanski – algo até bastante previsível, já que o cineasta costuma abordar a história da sétima arte em seus filmes através de várias citações e homenagens.

Segundo b1rdnest, Brad Pitt será Tex Watson, Jennifer Lawrence será Susan Atkins, Margot Robbie será Sharon Tate e Harvey Keitel será Manson. Segundo a Collider, Samuel L. Jackson também estaria no elenco. É certo que tudo pode não passar de especulação; ainda não há muitas informações oficiais sobre o projeto, que está em fase inicial de desenvolvimento.

A história de Charles Manson já foi objeto de várias obras cinematográficas, entre elas o elogiado filme Helter Skelter, dirigido por Tom Gries em 1976, e o documentário Manson (1972).