Depois do sucesso de Mulher-Maravilha diante do fracasso de Batman vs. Superman: A Origem da Justiça e Esquadrão Suicida, a Warner Bros e a DC resolveram gastar um pouco mais com Liga da Justiça e fazer uma série de refilmagens para garantir o sucesso do longa. Mas segundo a Variety, a decisão gerou um outro problema: conciliar as agendas de todos os astros do filme.

Já foram mais de US$ 25 milhões gastos em refilmagens durante os últimos dois meses. E as gravações ficaram demoradas e caras devido aos trabalhos paralelos dos atores. Ben Affleck e Gal Gadot, que vivem Batman e Mulher-Maravilha não estão em outros projetos e não tiveram problemas, mas Ezra Miller (Flash) e Henry Cavill (Superman) tiveram que lutar contra as datas pra acomodar a fotografia adicional nas agendas. Jason Momoa (Aquaman) e Ray Fisher (Ciborgue) não foram citados pela Variety.

Miller está na sequência de Animais Fantásticos e Onde Habitam, reprisando seu papel. O longa, que também é da Marvel, teve suas filmagens iniciadas no verão dos EUA (junho). Como os dois filmes são da mesma produtora o problema não foi tão grande. Já Cavill estava focado nas gravações de Missão Impossível 6, nas França, mas precisou participar de refilmagens. Como estava com um bigode para as gravações do longa da Paramount, seu visual contará com computação gráfica em Liga da Justiça, para remover o bigode digitalmente.


Liga da Justiça | Trailer sugere presença de Pinguim no DCEU

Com Batman, Flash, Superman, Mulher-Maravilha e Aquaman, o primeiro filme da Liga da Justiça, dirigido por Zack Snyder e finalizado por Joss Whedon, estreia em 16 de Novembro de 2017.