A Fox resolveu afastar Bryan Singer do filme Bohemian Rhapsody, que contava a história da banda Queen e de seu vocalista, Freddie Mercury.

Embora um porta-voz do diretor tenha anunciado que o afastamento se deu por problemas de saúde, a realidade é que o estúdio já está tendo problemas com o diretor muito antes.

Segundo o Playlist, Singer já não estava aparecendo no set de filmagem há alguns dias e que o diretor de fotografia Newton Thomas Siegel teria dirigido algumas sequências do longa durante esse “sumiço” do diretor principal. Tal comportamento de Singer não seria novidade, uma vez que o diretor já teria “sumido” por um tempo durante as filmagens de X-Men: Apocalypse e de Superman: O Retorno.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O estúdio ainda não se pronunciou se irá substituição do diretor ou apenas afastamento de Singer da cadeira de direção. Vale notar ainda que o desaparecimento do diretor se dá num momento em que seu nome voltou a ficar ligado a casos de assédio sexual, uma vez que ele já havia sido acusado da péssima conduta em 1997 e 2014.

Não houve informação de quando o filme voltará à produção. Bohemian Rapsody, estrelando Rami Malek no papel de Freddie está com previsão de estreia em dezembro de 2018.