O ator Christian Bale confessou que sente “um enorme arrependimento” por ter aceitado o papel de John Connor em O Exterminador do Futuro: A Salvação (2009), quarto filme da franquia.

“Eu disse não nas primeiras três vezes que eles tentaram me convencer. Eu pensei comigo: ‘Não há uma história aqui que mereça ser contada’. Eu amava os dois primeiros filmes, que são da minha infância e adolescência”, contou.

“Jonathan Nolan chegou e começou a escrever um grande roteiro, mas depois veio a greve dos roteiristas, e ele tinha um outro compromisso quado pode voltar a trabalhar. O filme se tornou uma pedra no meu sapato, porque quando aceitei, achei que poderíamos envigorar a franquia”, disse ainda.


O ator ainda comentou sobre “o incidente”, um vídeo vazado do set do filme em que pode-se ver Bale gritando com o diretor de fotografia Shane Hurlbut por causa de um erro na câmera.

“Foi um dia muito incomum para mim, mas posso dizer que aprendi. Aprendi a lição de que, não importa o quanto você se perca na cena e na emoção do personagem, não deixe que isso afete seu comportamento na vida real. Eu tenho um enorme arrependimento daquilo”, admitiu.

Roteirista de Capitão Phillips irá reescrever novo Exterminador do Futuro