O assassino Jason Voorhees não figura nos cinemas desde 2009, quando o remake de Sexta-Feira 13 estreou com grande sucesso nos cinemas.

A Paramount planeja continuações e uma nova franquia para o matador de Crystal Lake, mas os planos nunca caminharam pra frente. Um dos produtores do projeto, Brad Fuller, falou ao SYFY Wire por que os projetos nunca vingaram, referindo-se

“Foram algumas coisas. Eu acho que a preocupação com os direitos autorais eram grandes naquele ponto. A Paramount estava preocupada em fazer o filme e não ter os direitos disponíveis… Se você for fazer esse filme, você quer poder emplacar mais um ou dois filmes. Isso não existia nessa estrutura de direitos autorais. Nós estávamos planejando fazer o filme, mas no fim do dia, economicamente e/ou criativamente, eles não quiseram fazer”, desabafa Fuller.


38 anos depois, saiba como está o elenco de Sexta-Feira 13

O produtor faz menção à longa história dos direitos autorais da franquia Sexta-Feira 13, que a Paramount acabou vendendo à New Line em 1989 por não acreditar mais no personagem – e também possibilitar o crossover Freddy Vs. Jason. Com os direitos revertidos para a Paramount, a complicação ficou no lucro que a New Line teria com hipotéticas continuações.

“Tem essa cláusula nos direitos que dizem que eles podem reverter de volta à New Line. À medida em que a data se aproximava, a Paramount teria feito um filme de Sexta-Feira 13 e então a New Line se beneficiaria caso o filme fosse um sucesso. Se isso acontecesse, seria a New Line quem assumiria as continuações. Isso colocou a Paramount em uma posição difícil.”

Leia a crítica de O Chamado 3

Além das complicações autorais, Fuller também usou o clássico exemplo das continuações ruins, especificamente seu trabalho na terceira parte da franquia O Chamado.

“Eu não diria que tudo foi cancelado por conta de O Chamado 3. Mas certamente foi um dos fatores”, confessa o produtor.

Não há notícias ou planos sobre um novo filme de Sexta-Feira 13.