Durante a San Diego Comic-Con, o diretor Shane Black, de Homem de Ferro 3 e O Predador, revelou que não gostou muito da ameaça de Thanos em Vingadores: Guerra Infinita, dizendo que o vilão acabou sendo subutilizado:

“Em um momento, se um trem fosse em sua direção, ele poderia transforma-lo em flocos de neve com um simples movimento. No minuto seguinte, Homem-Aranha dispara um jato de teia no rosto dele, e sua reação é do tipo, ‘Oh meu Deus, meus olhos! Estão cheios de teia!'”.

San Diego Comic-Con 2018 | Confira a programação e painéis que você não pode perder


Guerra Infinita quebrou vários recordes de bilheteria. Além de ter se tornado o 4º filme na história a bater US$ 2 bilhões, já tinha conseguido também o título de filme mais rápido a atingir a marca de US$ 1 bilhão em bilheteria, tendo atingido o feito em pouco mais de uma semana em cartaz (saiba todos os números aqui).

O longa ainda foi a maior estreia para um filme nos Estados Unidos, tendo superado os números de Star Wars: O Despertar de Força em seu lançamento (leia mais).

A estreia foi tão forte que ajudou a Marvel a completar US$ 15 bilhões de bilheteria acumulada em todos os seus filmes – saiba mais.

Além disso, o filme já se tornou a maior bilheteria mundial da história para um longa-metragem baseado em uma história de super-heróis, superando o primeiro Vingadores.

Vingadores 4 deve chegar aos cinemas em 3 de maio de 2019.