Depois de alguns velhos tweets com piadas ofensivas terem sido espalhados pela Internet, James Gunn foi demitido da direção de Guardiões da Galáxia Vol. 3 pela Disney, que cortou relações com o diretor. Agora, em entrevista ao New York Times, Jerry Seinfeld comentou sobre o caso.

Seinfeld admite que não leu os tweets e falou sobre aqueles que se sentiram ofendidos, diferenciando esse caso daquele envolvendo Roseanne Barr.

“Eu não li as piadas, mas se são piadas, elas não importam”, disse o comediante, sobre os tweets de James Gunn.


Guardiões da Galáxia | Chris Pratt diz que situação com James Gunn “não tem sido fácil”

“Acho que a Roseanne Barr pensou que estava sendo engraçada, mas não foi engraçado – e se é ofensivo e não engraçado, então não é uma piada. Mas qualquer comediante que não entenda essa dinâmica está acabado de qualquer forma”.

Seinfeld continuou:

“As pessoas assumem que, quando você diz algumas coisas, então você acredita nisso. É puramente invenção cômica. Eu faço isso sobre Pop-Tarts e o quanto eu os amo. Mas eu não amo Pop-Tarts. É só engraçado. É engraçado dizer isso, então eu digo”.

Dito isso, a situação de James Gunn permanece incerta. O diretor tem sido defendido por alguns atores com quem já trabalhou, além de outras personalidades da indústria, incluindo o elenco de Guardiões da Galáxia.