O 25º filme da franquia James Bond teve sua produção virada para baixo, quando Danny Boyle se afastou (ou foi afastado) do projeto, que agora está sem diretor. Com sua saída causada por “diferenças criativas”, segundo anúncio oficial, muitos começaram a se perguntar qual teria sido o real motivo.

Agora, em entrevista ao Radio Times, o diretor falou sobre o problema de ser um fã de James Bond.

“Os livros eram tudo para mim quando eu era criança. Eu os li muitas vezes”, disse o diretor.


Bond 25 | Danny Boyle saiu do projeto porque queriam matar o 007, indica rumor

“Como todos os outros, eu vi os filmes, mas eu já tinha lido os livros, então eu tinha uma diferente relação com os personagens. Embora que eu ache que seja impossível para um grande fã de Bond escrever ou dirigir um filme de Bond. Você passaria por dificuldades em razão do quando você sabe. Eles querem que você coloque um frescor no filme”, continuou Boyle.

É possível, portanto, que as visões dos produtores tenha entrado em conflito com a forma como Danny Boyle enxerga o personagem. Para um fã de Bond dos livros, não seria nada fácil fazer mudanças mais drásticas no personagem.

Enquanto isso, Bond 25 permanece sem diretor. A data de estreia permanece marcada para o dia 8 de novembro de 2019, nos EUA.