O Festival de Berlim, que deve ser realizado novamente apenas em 2019, já conta com uma polêmica no início da sua organização. A maior representação do cinema da Alemanha, o grupo HDF Kino, já se posicionou contra a participação da Netflix no evento.

A posição foi feito pelo CEO do grupo, Thomas Negele, ao Deadline. Recentemente, a Netflix sofreu duras críticas ao participar do Festival de Veneza.

“Deve ficar claro que nós não ficaremos satisfeitos se o Festival de Berlim for mal utilizado nas datas programadas para o cinema. Nós temos a mesma posição das associações italianas”, declarou o executivo.


Festival de Veneza é “propaganda da Netflix”, dizem exibidores e cineastas italianos

Essa não é a primeira vez que o HDF Kino participa desse debate. Ainda em Cannes, a associação defendeu grupos franceses, que conseguiram com que a Netflix não participasse do festival francês.

Com a presença incerta da Netflix, a próxima edição do Festival de Berlim deve ser realizada apenas no início de 2019.