Os tempos mudaram e, com isso, muitos fãs têm pedido por maior diversidade nos filmes de James Bond. Enquanto que alguns pedem por um 007 negro (e o nome de Idris Elba sempre surge quando esse é o assunto), outros desejam ver uma Bond mulher. Barbara Broccoli, produtora da franquia, no entanto, acha que Bond deve continuar sendo homem.

“Bond é um homem”, disse a produtora ao The Guardian. “Ele é um personagem masculino. Ele foi escrito como homem e acho que provavelmente vai continuar sendo homem. E isso está ótimo”.

“Não temos de transformar personagens masculinos em mulheres. Vamos só criar mais personagens femininas e fazer histórias para essas personagens mulheres”, continuou a produtora, dizendo o que Rachel Weisz já defendeu antes, sobre histórias serem criadas para mulheres e não transformadas para elas.


“Veja a forma como o mundo mudou”, continuou Broccoli. “E acho que Bond se transformou com o tempo. Eu tentei fazer a minha parte e acho que particularmente, com os filmes de Daniel Craig, eles se tornaram muito mais atuais em termos de como as mulheres são vistas”.

Atriz se arrepende de interpretar Bond Girl; mostra como papel deveria ser após o #MeToo

O novo filme de James Bond, com Daniel Craig, será dirigido por Cary Fukunaga, mais conhecido por dirigir a primeira temporada de True Detective e o filme Beasts of No Nation, da Netflix.

Bond 25 estreia no dia 14 de fevereiro de 2020, no Reino Unido. A data de lançamento no Brasil ainda não foi anunciada.