Já faz um tempo que Freddy Krueger não aparece nas telonas, mais especificamente desde o remake de 2010, mas recentemente Robert Englund reprisou o personagem na série The Goldbergs.

Enquanto falava ao Bloody-Disgusting sobre sua participação na série de comédia, o ator que viveu Freddy em 8 filmes disse que quer ver um prelúdio do assassino nos cinemas.

“Eu sempre achei que não ter um prelúdio é contra as regras da mitologia de A Hora do Pesadelo. Isso chegou perto de ser concretizado com o piloto de TV de Tobe Hooper, e havia um roteiro que supostamente seria dirigido por John McNaughton, que fez Henry: Retrato de um Assassino. Havia um roteiro de prelúdio.. Eu acho que se chamava Krueger: The First Kills. E era… Sobre as últimas crianças sendo mortas… Os dois detetives que acharam Freddy e o prenderam… Então o corpo do filme seria a perseguição de ambulancia, e os advogados desleixados que deixaram Freddy ser liberto”, revela o ator.


“Os advogados são a melhor parte daquele roteiro. Há dois deles. Freddy no tribunal… Freddy na mesa… Freddy no banco de testemunhas… Freddy na cadeia. Mas é sobre os advogados libertando-o. Eles conseguem livrá-lo e Freddy se empolga muito na escada do tribunal. O final do filme é o Freddy sendo queimado vivo. Eu tive um fascínio por esse projeto desde que eu fiz o piloto com Tobe Hooper”, referindo-se à série de TV A Hora do Pesadelo: O Terror de Freddy Krueger.

Estrela de A Hora do Pesadelo fez um filme onde Freddy Kruger era influenciado por Chales Manson

Quem sabe veremos essa ideia, ou algo proximo disso, ser usado em um possível reboot da franquia. Afinal, Halloween ganhará um novo filme em breve e Freddy Krueger é icônico demais para ser esquecido.