Bohemian Rhapsody passou por uma produção turbulenta, com o diretor Bryan Singer (X-Men: Dias de um Futuro Esquecido) sendo demitido após mal comportamento no set, sendo substituído por Dexter Fletcher (Voando Alto).

Porém, o interesse do público pela biografia do Queen com Rami Malek ainda é altíssima, com o filme da Fox tendo uma previsão de US$ 30 milhões em seu final de semana de estreia, de acordo com apuração da Variety.

Se Bohemian Rhapsody passar de US$ 26 milhões, quebrará o recorde de Straight Outta Compton: A História do N.W.A. como maior abertura de uma cinebiografia de todos os tempos.


Bohemian Rhapsody | Primeiras reações da confirmam Rami Malek na corrida pelo Oscar

O filme retratará a rápida ascensão de Freddie Mercury (intepretado por Rami Malek, de Mr. Robot) e o Queen ao sucesso. A trama ainda pretende explorar a relação do líder com os seus colegas de banda, Brian May (Gwilym Lee), John Deacon (Joseph Mazzello) e Roger Taylor (Ben Hardy).

O elenco ainda contará com as participações de Lucy Boynton, Mike Myers e Tom Hollander.

A direção fica por conta de Dexter Fletcher (Voando Alto), após Bryan Singer ter sido demitido. Já o roteiro é assinado por Anthony McCarten, ganhador do Oscar por A Teoria de Tudo, filme biográfico sobre o físico Stephen Hawking.

Bohemian Rhapsody estreia em 1º de novembro no Brasil.