Boy Erased – Uma Verdade Anulada, novo filme dirigido por Joel Edgerton, quase foi comprado pela Netflix, no entanto, a obra acabou ficando com a Focus Features. Agora, o diretor revela seu único arrependimento de não ter lançado o filme em uma plataforma de streaming (via Yahoo Movies).

“O único arrependimento em não ter lançado o filme em uma plataforma de streaming é que eu queria que o alcance que a Netflix ou Amazon tem ao redor do mundo tivesse espalhado esse4 filme o mais rápido possível”, disse o diretor.

Boy Erased | Lucas Hedges reluta contra “terapia de conversão” gay em trailer dramático


Boy Erased mostra a história de um rapaz homossexual, interpretado por Lucas Hedges (Três Anúncios para um Crime, Manchester à Beira-Mar), que é mandado para a chamada “cura gay” por seus pais pastores, vividos por Kidman e Crowe. O filme é uma adaptação da biografia de Gerrard Conley, que assumiu ser homossexual aos 19 anos e foi forçado por seu pai a passar por um procedimento que buscava a cura gay.

A direção do drama ficou por conta de Joel Edgerton.

Boy Erased – Uma Verdade Anulada chega em novembro nos EUA e estreia em 31 de janeiro no Brasil.