Wifi Ralph: Quebrando a Internet poderia ter sido sobre uma história bem diferente. A primeira ideia do roteiro da animação da Disney era sobre um conto envolvendo o vício em redes sociais.

O produtor Clark Spencer contou ao Yahoo Movies que a primeira abordagem envolvia Vanellope obcecada com o seu status nas redes sociais e a interminável busca por popularidade.

“Bem no começo, a história tinha o conceito de ser pega pela internet. Então havia uma história com a Vanellope, sendo a personagem mais nova, sendo pega pelos likes e aquilo dando a aceitação que ela tanto queria”, revelou o produtor.


No entanto, a ideia soou previsível e por isso, o estúdio decidiu alterar o que é apresentado no filme.

WiFi Ralph | Primeiras críticas elogiam o filme, mas não o consideram melhor que seu antecessor

“Vanellope sabe muito sobre o mundo e ela ser presa por isso não seria fiel a sua personagem. Mas, mais importante do que isso, é um filme da Disney, então você sabe que vai aprender uma lição. Num filme live-action você poderia levar por esse caminho e saberia que estariam em uma estrada sombria, mas nós não vamos fazer isso. Para nós, mesmo que fosse uma boa história com a internet, nós não teríamos o público”, explicou Spencer.

Na trama de WiFi Ralph: Quebrando a Internet, Ralph vai deixar o mundo isolado dos videogames para se conectar com a internet, de forma que poderão encontrar personagens mais variados e viajar por mundos bem diferentes. É esperado que as princesas da Disney também apareceram de forma diferente no filme.

WiFi Ralph: Quebrando a Internet estreia nos cinemas brasileiros em 3 de janeiro de 2019.