Nicolas Cage vem se destacando ultimamente por suas performances em filmes inusitados, com enredos estranhos e altas doses de simbolismo. Entre eles, Mandy e o remake de O Homem de Palha. Em entrevista ao site Collider, o ator refletiu sobre os novos rumos de sua carreira.

Prisoners of the Ghostland | Nicolas Cage afirma que filme é o “mais selvagem” que ele já fez

“Eu tenho dificuldades de dizer o que sou sem correr o risco de parecer um idiota arrogante e hipócrita. Eu diria que vou um artista performático xamânico, ou pelo menos gostaria de ser”, declarou o ator.


O xamanismo é um conjunto de crenças ancestrais que engloba práticas de magia, rituais e religiões com o objetivo de entrar em contrato com o Princípio Sagrado.

“Todos os atores, de propósito ou inconscientemente, tentam examinar seus sonhos, emoções e memórias. Eles se imergem completamente dentro da imaginação para que não precisem atuar”, afirma Cage sobre seu processo criativo.

O próximo filme de Nicolas Cage é Between Worlds. O thriller sobrenatural da diretora Maria Pulera será lançado em 21 de dezembro desse ano.